em ,

A guerra antimáscara do negacionista prefeito Kane

Glenn Jacobs assumiu uma posição negacionista como prefeito durante a pandemia – em nome da “liberdade”

Após mais de 25 anos na luta-livre, Glenn Jacobs, mais conhecido como o demoníaco lutador Kane, decidiu entrar na política. Conhecido por seus posicionamentos libertários e visto como um intelectual nos vestiários da WWE, o veterano conseguiu se eleger prefeito do Condado de Knox, terceiro mais populoso do Tennessee, em 2018, pelo Partido Republicano. Com 51,804 votos – o dobro da candidata democrata – Jacobs focou seu governo em questões locais.

Promovendo sua autobiografia Mayor Kane: My Life in Wrestling and in Politics em entrevista a Fox News em novembro de 2019, Jacobs resumiu sua visão para o futuro imediato do Partido Republicano e, consequentemente, seu ideal político.

É sobre livre mercado. É sobre liberdade individual. Quando falamos sobre o governo ser enxuto, sabe? Basicamente, o que estamos dizendo é que as pessoas devem poder viver suas vidas, serem livres para agir como quiserem, contanto que não estejam ferindo ninguém e criarem suas próprias visões, suas próprias versões do Sonho Americano. O Partido Republicano se distrai com coisas como políticas identitárias e não consegue passar essa mensagem, na minha opinião

Esse futuro imediato, no entanto, seria descarrilhado pelo início da pandemia da COVID-19, no primeiro semestre de 2020.

Logo no começo da pandemia, em julho de 2020, Jacobs foi o único dos oito votantes do Conselho de Saúde do Condado de Knox a se posicionar contra o uso obrigatório de máscaras em espaços públicos como forma de conter a contaminação. Essa foi a primeira batalha da guerra do libertário contra as máscaras. Três meses antes, Jacobs já havia questionado publicamente uma decisão do governador do Tennessee, Bill Lee, que obrigava uma quarentena para controlar a contaminação da população pelo COVID-19. Em um vídeo público, Kane afirmou que a decisão feria as liberdades individuais dos cidadãos, traria uma crise econômica e seria especialmente violenta com pessoas sofrendo de depressão e outras condições mentais, vinculando a quarentena obrigatório a um possível aumento na taxa de suicídios. Discursos similares de líderes negacionistas também foram feitos no Brasil e no mundo.

Em 25 de julho de 2021, o epidemiologista-chefe da Casa Branca e principal líder nacional no combate à pandemia, Anthony Fauci deu uma entrevista para a CNN, dizendo que os baixos índices de vacinação poderiam levar a um retorno do uso de máscaras no país. No Twitter, Jacobs respondeu a Fauci, dizendo que, sob nenhuma circunstância, iria colocar em prática novas restrições relacionadas à COVID-19. Na época, por conta da variante Delta, o estado do Tennessee havia reportado um aumento de 200% no número de infectados.

Na mesma semana, Jacobs se declarou contra autoridades anunciarem seus status vacinais publicamente em entrevista ao WVLT News.

Para mim, quando vejo políticos dando conselhos sobre saúde, acho que as pessoas deveriam falar com seus médicos. E acho que políticos, durante a pandemia, passaram do limite de diversas formas

Assim, Jacobs tentou novamente desautorizar o governo e colocar na população dúvidas sobre a legitimidade das autoridades públicas para lidar com a pandemia. 

Em setembro de 2021, o presidente Joe Biden baixou um decreto que obrigava negócios com mais de 100 funcionários a garantir a vacinação dos empregados ou implementar testes semanais de COVID-19. Kane enviou uma carta a Biden dizendo que seu condado iria ignorar a regra. Isso incluía os 2700 funcionários públicos hierarquicamente abaixo de Jacobs. Segundo o prefeito, a decisão era inconstitucional e feria a liberdade individual dos cidadãos. Ele encerrou a carta dizendo

No Condado de Knox, nós sabemos o que defendemos. Defendemos a liberdade. Defendemos as leis. Defendemos a Constituição. E pode ter certeza que iremos nos manter contra esse óbvio e flagrante excesso executivo

Três dias antes, o condado havia reportado o maior número de mortos por COVID-19 de toda a pandemia. 15 em um dia.

Mesmo com o enfraquecimento da pandemia nos últimos meses, Kane seguiu com seus ataques ao uso de máscaras. Em 28 de fevereiro, ele tuitou um vídeo ao lado de deputado estadual e diácono evangélico Jason Zachary criticando o uso de máscaras em escolas, afirmando que elas prejudicariam o desenvolvimento físico, emocional e intelectual das crianças. Os dois afirmaram ter doado $5 mil cada e pediram doações para o projeto Unmask Knox County Kids, um grupo de cidadãos entrando com ações contra o Estado para garantir que o uso de máscaras não seria obrigatório nas escolas. Jacobs e Zachary – conhecido opositor das causas LGBTQI+ – já haviam se unido anteriormente em outro vídeo, em setembro de 2020, acusando o Conselho de Saúde do condado, que cuidava da regulação da pandemia, serem “burocratas não-eleitos” criando regras inconsequentes. Além disso, afirmou que os valores dos Estados Unidos estavam sendo atacados por forças sinistras internas e inimigos estrangeiros. Ele se desculpou nos dias seguintes.

Em uma coluna de opinião no site Knox News, o professor universitário de jornalismo da Universidade do Tennessee, Mark Harmon declarou que as ações de Jacobs durante a pandemia deveriam lhe fazer um prefeito de apenas um mandato. As eleições no Condado de Knox acontecerão em 4 de agosto de 2022. Dentro de seu partido, Kane não tem oponentes para disputar o cargo e irá enfrentar um dos pré-candidatos do Partido Democrata: Bob Fischer, Tyler Givens ou Debbie Helsley. Até agora, ficou claro que as políticas e ações midiáticas do prefeito Kane tiveram péssimo efeito na maneira como o Condado de Knox lidou com a pandemia.

A região reportou o terceiro maior número de casos entre todos os 95 condados do Tennessee, com 126,979. Também foi o terceiro maior em número de mortes, com 1,318. O gráfico e os dados que mostram a dramática situação do condado em relação às demais regiões do estado podem ser encontrados no site USAFacts.org.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…