em ,

Athena compara ambiente na WWE e AEW para lutadores

A divisão feminina da AEW saiu do Double or Nothing, ultimo PPV da empresa mais reforçada com a chegada de Athena (conhecida também como Ember Moon na WWE), que chegou já rivalizando com Jade Cargill e as “baddies”. A lutadora, que foi uma das demitidas da WWE nas ondas de demissão ocorridas no final do ano passado há dois meses deu uma entrevista reclamando do antigo local de trabalho, revelando reuniões onde a WWE orientava as lutadoras a se vestirem de “maneira sexy”, o que gerou uma onda de críticas à empresa de Connecticut.

Nessa semana, agora como lutadora da AEW, Athena concedeu uma entrevista ao jornal Sports Boston da rede NBC, onde ela falou sobre esse tempo de AEW até agora e fez uma comparação sobre como era o trabalho na WWE e em sua empresa atual, principalmente com Tony Khan, que costuma marcar presença nos vestiários da companhia.

“Tony é extremamente ocupado, mas minhas interações com ele foram insanamente diferentes das do meu ex-chefe” disse Athena em entrevista. “Porque ele está empolgado, ele está animado, ele quer deixar todo mundo animado como ele está. É a primeira vez que acho que faço um show… Ele está indo para todas as lutas como ‘Vamos! Vamos fazer isso!’ Eu nunca vi isso. E é uma energia muito animadora, durante todo o caminho. Às vezes, nos dois dias em que estive lá, ficamos lá por catorze horas e sua energia não cai. Ele é tão motivador, ele está tão entusiasmado com tudo o que está no produto da TV, que eu não estou acostumado em nenhum nível.

Normalmente era tipo ‘Tudo bem. Vá lá, blá, blá, blá. Legal, você sabe o que está fazendo’ e então, do outro lado você está vendo Tony falando ‘Você animada para isso?! Você está pronta para ir?!’ e eu fico tipo, ‘Sim! Vamos lá!’ eu não sei como explicar. Ele é tão energético e tão positivo que você só quer se alimentar dessa aura. Eu fico tipo, ‘Eu quero esse nível de cafeína que você está agora, mas estou com medo de ter um ataque cardíaco!’ durante quatorze horas, não há uma gota. Nem uma gota. E ele está extremamente agradecido por todos estarem lá. Eu não sei como explicar isso, mas até agora, eu estou tipo, maravilhada. Eu poderia assistir Tony o dia todo porque você quer ir muito mais duro por ele, no ringue e outras coisas. Você fica como, ‘Sim! Ele é animado! Ele ama isso! Sim!’

Acho que a melhor maneira de descrevê-lo é que no antigo lugar, se você preferir, exigia perfeição. Não importava quais situações estavam sendo entregues a você, havia apenas uma energia muito estoica de ‘Tudo bem, isso é o que esperamos de você. Faça isso.’ E se você não fizer isso, você será criticada. Às vezes é como ‘Ok, legal, nós entendemos que os problemas acontecem.’ mas nunca houve tanta energia. Hunter era a exceção a isso. Mas entrando na AEW, você fica animada, você fica animada. A cada luta, ele (Tony) está lá. Ele está nas rodinhas com todos. Eu fico tipo ‘De onde você veio?’. Eu sinto que ele está apenas se tele transportando para os bastidores; Vou sair de uma área e vê-lo falando ali, mas de alguma forma, ele passou na minha frente.

Ele se importa e mostra externamente que se importa. E não é exigir perfeição, é tipo, ‘Ei, você vai lá e faz o melhor trabalho. E se for perfeito, fico feliz. Se não for, estou feliz. Estou animado por você estar aqui, disposto a colocar seu corpo em risco por esta empresa’. É esse o tipo de energia. Então você fica ‘Tudo bem, eu vou colocar meu corpo em risco! Vamos lá!’ A energia, a aura nos bastidores, é tão diferente, é tão positivo. Todo mundo quer ajudar um ao outro, todo mundo está animado por estar lá, certo? O que é estranho porque não estou acostumado a isso em nenhum nível. É tão emocionante.”

Athena ao portal Sports Boston

Athena ainda comentou como esse entusiasmo se reflete ao resto dos lutadores nos bastidores da empresa.

“Lembro-me de sair no ringue um dia antes do show começar. Estou assistindo a tudo, e todo mundo tem sorrisos em seus rostos. As pessoas estavam fazendo coisas aleatórias de luta livre, tipo, ‘Ok, eu tenho essa ideia, blá blá blá’, ‘Ei, eu quero tentar isso!’. Ninguém está lutando entre si no programa neste momento, mas todos estão apenas se divertindo e curtindo a companhia um do outro, o que é bizarro, bizarro porque eu vim de um lugar extremamente estruturado.”

Athena ao portal Sports Boston

Lembrando que o relato de Athena acaba divergindo das informações que sairam sobre o ambiente “caótico” dentro da AEW, na esteira da situação ruim que existia entre Tony Khan e MJF, conforme a gente informou aqui mesmo no Wrestlemaníacos.

Siga acompanhando o site do Wrestlemaníacos e as nossas redes sociais para mais novidades.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…