em ,

Big E comenta sobre status da recuperação na lesão do pescoço

Lesões dentro da luta livre podem ser aterrorizantes. Em um esporte onde sua saúde é colocada em risco todas as vezes que se sobem ao ringue, milímetros podem separar uma vida normal de uma tragédia. Quando Big E caiu sobre o pescoço durante um Belly to Belly Suplex no Smackdown em Março, alguns médicos chegaram a comentar que mais alguns milímetros e o ex-campeão mundial poderia sofrer uma paralisia ou até morrer. Felizmente nada disso aconteceu e hoje Big E segue sorridente e animado enquanto segue com seu tratamento de recuperação das vértebras do pescoço/coluna.

Em entrevista ao Ryan Satin no podcast Out Of Character, Big E compartilhou novas informações sobre seu tratamento, inclusive o fato de que os médicos estão tranquilos em libera-lo para viver uma vida normal, porém ainda não é possível um retorno dele aos treinos de luta livre.

Sobre sua situação atual, Big E comentou:

“Essencialmente, o problema agora é que minha vértebra C1 não está completamente ossificada, não está se formando completamente o osso, mas parece estar cicatrizando fibrosamente, então está se recuperando o suficiente.

Não sou especialista em medicina, então não consigo explicar melhor esses esses termos, mas o bom que eles não estão preocupados comigo no meu dia-a-dia, não preciso mais do colete, eles descartaram a necessidade de cirurgia

Eu fui liberado para viver uma vida normal e eu estou vivendo uma vida normal mas eu não estou liberado para ir lá e aplicar spears ou sofrer quedas com as costas. A natureza do que fazemos é muito física e envolve seu pescoço e sua coluna e eu gostaria de manter isso o mais intacto possível.”

Big E

Sobre os próximos passos de sua recuperação, Big E explicou que ainda existe um longo período de avaliação antes das respostas, principalmente até o mês de Março, quando a lesão completará um ano.

“Então, agora próximo passo é que eles querem dar uma olhada novamente depois de um ano, fazer mais alguns exames. Então, estamos falando de março do ano que vem para ver como está indo. Podemos também, ao longo da recuperação, quando chegar a seis e nove meses, verificar a lesão novamente. Mas a vantagem é que agora não tenho problemas nervosos, não tem formigamento ou fraqueza. Voltei pra academia duas semanas depois de quebrar meu pescoço.

Eles me disseram que enquanto seu pescoço estiver com o protetor cervical, contanto que você fique com o protetor cervical, você tá liberado. Estou malhando e me sinto ótimo, estou muito feliz, honestamente.”

Big E

Siga acompanhando o Wrestlemaníacos aqui no site e em nossas redes sociais para mais informações sobre a recuperação de Big E.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…