em ,

Cain Velasquez será julgado por tentativa de homicídio

O ex-astro do UFC/WWE Cain Velasquez terá que esperar até dia 19 de agosto para a audiência de apelação em seu caso de tentativa de homicídio na Califórnia, segundo o site Wrestling News.

A audiência deveria acontecer no dia 5 de agosto, mas haverá audiências de moção antes de sua audiência de apelação oficial.

Velasquez está enfrentando 10 acusações depois de se envolver em um tiroteio no final de fevereiro deste ano. Cain Velasquez seguiu Harry Goularte, que foi acusado de 1 crime de ato obsceno e lascivo por supostamente molestar um parente próximo de Valesquez depois que Goularte foi libertado da prisão sob liberdade supervisionada apesar de ser acusado, mas depois foi enviado de volta à prisão.

Cain Velasquez teria disparado contra o veículo que levava Goularte, sua mãe e seu padrasto, onde Velasquez atingiu o padrasto de Goularte. Mais tarde, a polícia encontrou uma arma semiautomática de calibre 40 no caminhão de Cain onde 8 balas totais estavam faltando.

As acusações contra ele incluem tentativa de homicídio em 1º grau, múltiplas acusações de agressão com arma mortal e disparo de um veículo motorizado ocupado, entre outras. Se for condenado, ele pode enfrentar décadas de prisão.

Cain Velasquez fez sua estreia na WWE no dia 4 Outubro de 2019, no SmackDown de estreia na FOX onde ele junto com Rey Mysterio, atacou então WWE Champion Brock Lesnar. Velasquez trabalhou na WWE até abril de 2020, quando foi demitido pela empresa como parte dos cortes orçamentários da empresa no ano.

Antes de assinar com a WWE, Cain Velasquez lutou em alguns shows para a empresa mexicana, AAA. Chegando a competir no seu maior evento do ano, o TripleMania XXVI, onde Cain, junto com Cody Rhodes e Psycho Clown derrotaram Texano Jr., Taurus e Killer Kross.

Por Johnny Marques

Fundador do Wrestlemaníacos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…