em ,

Especial WMCS: Conheça a TJPW – Tokyo Joshi

Acessando as redes sociais e inserido nas comunidades de luta livre por aí você já deve ter visto algum GIF ou vídeo de lutadoras japonesas com roupas cheias de babado aplicando suplexes e belos chutes umas nas outras. Elas fazem parte do Joshi Puroresu, a “luta livre feminina japonesa”, pelas roupas mais especificadamente da Tokyo Joshi Pro-Wrestling, a TJPW!

Com fama crescente do Joshi Puroresu como um todo e da TJPW no Brasil, nós do Wrestlemaníacos resolvemos lançar o segundo post da série “Especial WMCS: Conheça” e após mostrarmos o que você precisa saber pra começar a acompanhar a Game Changer Wrestling, agora vamos para o outro lado do mundo! Agradecimentos especiais ao Westim, leitor do site e que montou esse conteúdo especial! O Westim tem um Medium onde ele também escreve sobre os eventos do Joshi Puroresu, confere lá!

Disfrute da leitura e prepare-se para se apaixonar por mais uma empresa de luta livre.

TJPW – Tokyo Joshi Pro-Wrestling, por Westim.

Você gosta de garotas fofinhas? Você gosta de rinha? Pois então! A TJPW, Tokyo Joshi Pro Wrestling, é o lugar perfeito para você encontrar isso. Tokyo Joshi é uma empresa irmã da DDT, um dos braço da Cyberfight, assim como é a Pro Wrestling NOAH e a Ganbare Puroresu. Com esse guia, vou lhe apresentar um pouco dessa empresa que eu amo muito. Todas as wrestlers, os títulos e as facções que existem dentro da Tokyo Joshi.

A TJPW é uma empresa de wrestling mais focada em maneirismos de personagens, spots usuais e comédia. Porém o trabalho em ringue das garotas pode ter surpreender e muito. Com isso já mencionado, não vá esperando lutas que o Dave Meltzer iria ranquear 5 estrelas ou algo do tipo, apenas desligue seu cérebro, ative a suspensão da descrença e se envolva emocionalmente com essas figuras carismáticas, que no seu coração, todas as partidas e combates terão mais de 10 estrelas.

Miyu Yamashita vs. Maki Itoh no Wrestle Princess II pelo título principal.

O principal título da TJPW, é a Princess of Princess Champion, a atual campeã, Miyu Yamashita, seria o que mais se aproxima de um wrestler tradicional, já que a gimmick dela é literalmente ser uma lutadora. A Pink Striker é a Ás e rosto da empresa. Pode não ser a mais popular, em meio de outras figuras famosas das redes sociais, mas com toda certeza é a mais habilidosa sem sombra de dúvida. Se Katsuhiko Nakajima fosse mulher, ele seria Miyu Yamashita, mas eu aposto com vocês que os chutes da Miyu são com toda certeza muito mais mortais.

Já o título midcard da empresa, o International Princess Championship, está nas mãos dela, a idol fracassada e falida, Maki Itoh. Esse nome é comum para você? Pois então, dever ser porque ela já fez aparições na empresa americana All Elite Wrestling (AEW) e é uma personalidade marcante dentro do twitter, com suas interações repletas de palavrões, gestos obcenos e fotos fofinhas. Como é uma wrestler cabeça dura, nada menos do que ela utilizar o famoso Kokeshi. Mas não vá pensando que ela também não pode ser uma wrestler técnica. O Itoh Special, uma variação do Texas cloverleaf, o famoso movimento criado por Dory Funk Jr., já fez várias adversárias de Maki Itoh bater repetidamente a lona do ringue.

Magical Sugar Rabbits vs. Neo Biishiki-Gun no Wrestle Princess II pelo título de duplas.

E por fim, mas não menos importante, o título de duplas! As Princess Tag Team Championship são ninguém menos que a Magical Sugar Rabbit, composta por Yuka Sakazaki, a garota mágica, também já bastante conhecida por suas aparições na AEW e Mizuki, a coelhinha de açucar estourada, que por sua aparência e ring gear, lembram bastante a Riho. Mas é claro que lembra! Ela também foi treinada pela lendária Emi Sakura e tem as mesmas inspirações que a ex-campeã mundial da All Elite Wrestling.
Com muitos movimentos high-flyers, Yuka e Mizuki já acumulam 2 reinados de dupla.

As outras figuras proeminentes dentro da empresa, que são forças que sempre estão em busca de títulos e superar suas rivais, o cenário do evento principal, pode sempre contar com Rika Tatsumi, a dragão branco, com seus ataques de quadris, que são feitos de ferro e submissões inspiradas por lendas do Puroresu, Rika, além de uma ameaça as campeãs, também é uma ameaça para as outras meninas no undercard, já que sempre ela faz bully, mas de forma amorosa com as garotas mais novas e mais fracas.

Rika Tatsumi vs. Shoko Nakajima no 2º Round da Tokyo Princess Cup 5, Julho de 2018.

Outro personagem que também é bastante popular, é Shoko Nakajima, a grande Kaiju, sim, Kaiju, igual o Godzilla, King Kong, etc. Medindo 1,47 de altura, ela estava no primeiro Fight for the Fallen da AEW, quando ainda era Princess of Princess Champion. Shoko com sua agilidade, usa movimentos de Lucha Libre e grandes supplexes, o Kaiju de Niigata sempre esteve na corrida e ainda está na corrida para ser o rosto da Tokyo Joshi Pro Wrestling.

“Poxa, mas cadê as Idols que me prometeram quando me falaram da TJPW?” Calma, amigo, todo começo de show há apresentação musical, para deixarem todos os fãs animados! Sendo um projeto entre a TJPW e o grupo, Up Up Girls, foi criado a Up Up Girls (Pro Wrestling), originalmente com 4 membros, hoje existem apenas 3 wrestlers/idols no grupo. Sendo a líder, a powerhouse pink, fã de idol e puroresu, Miu Watanabe. Cuidado com seu Giant Swing! O Cesaro (Claudio Castangnoli) já avisou que a Miu tem o golpe definitivo. A amante de deathmatch, a idol, Hikari Noa, que com toda certeza possui o supplex com a “ponte” mais perfeita do esporte. E por fim, a minha favorita do grupo, Raku! Entusiasta de trens e a deusa do soninho. Fique atento para não perder a linha do trem do dia!

Up Up Girls (P): Miu Watanabe, Hikari Noa e Raku.

Agora para não deixar de citar ninguém, vou tentar introduzir brevemente as outras wrestlers da empresa.

Protegendo o amor e paz da Tokyo Joshi Pro Wrestling, a amigona da vizinha, Hyper Misao! A heroína de moral duvidosa, faz de tudo para sair com a vitória, então não se deixe enganar, pois ela pode te acertar com seus truques e artimanhas.

Nodoka Tenma e Yuki Aino, formam a dupla, Bakuretsu Sisters, ex-campeãs de duplas, as irmãs combinam seus golpes de forma entrosada. Que até os Road Warriors ficariam orgulhosos. Usando sua roupa desert punk, Tenma irá se graduar da TJPW. Aposentando ainda nesse mês, ela irá fazer uma luta de despedida contra a sua irmã. Aino, irmã mais velha, a “Burning Venus”, combina movimentos de powerhouse com bastante agilidade.

Outra wrestler que está se graduando, é Marika Kobashi. Mas ainda temos tempo, pois ela está planejada sua graduação, apenas em Abril. Marika, a Gyaru da TJPW, deve ser uma das poucas que realmente é fã de wrestling, já que todas as outras garotas, tem um background fora desse universo. Mas não se confunda, pois o Kobashi de Marika, não vem da lenda, um dos pilares do Puroresu, Kenta Kobashi. A inspiração vem do outro grandioso wrestler, Abdullah Kobayashi e Atsushi Ohashi, wrestler da Big Japan Wrestling.

Marika Kobashi vs. Hyper Misao

Se Marika é uma fã de wrestling, que já está na Tokyo Joshi desde sua adolescência, uma garota que está aí, mas ninguém sabe o porque e que é a minha favorita, é a Pom Harajuku. O caos em pessoa, Pom, baseia sua ofensiva em chutes nas canelas, traquinagens e um pouquinho de amorzinho. Use caneleiras quando for assistir uma partida da Pomu.

Ex-campeã Internacional, Yuki Kamifuku, Kamiyu para os mais íntimos, também adora basear sua ofensiva em golpes baixos. Proteja seus olhos, pois a “beleza casual” adora usar seus dedos para cegar o oponente.

E vindo do nada, BKO! Suzume, a abelha que vive zumbindo nos ringues, aplicando cutters de lugar nenhum, Vivid Honey Mustard, outra favorita do que vos escreve, sempre tem as melhores reações em ringue. Com uma habilidade fora do comum, fique acostumado para xingar o booking do Koda, já que passou da hora, da Main Event Suzume segurar um título.

Suzume fazendo o pin sobre Mizuki.

A história de Kakuta Nao é muito inspiradora. Ela era uma enfermeira, e por sofrer bullying e tipos de assédios morais, ela largou o emprego e se junto a Tokyo Joshi Pro Wrestling. Sendo a atual dupla, de Hikari Noa, formando a “Free Wi-Fi”, Kakuta Nao, a “rat chaser” tem uma ofensiva violenta, com muitos dropkicks. Fique de olho no twitter, pois ela é a nossa general, sempre fique de prontidão ao chamado da “ROLE CALL”.

Outra garota que não tem um background de wrestling, é Mahiro Kiryu. Antes de se juntar ao grupo, Mahiro era uma secretária de um escritório. Basicamente sempre no undercard, Mahiro ainda tenta encontrar o seu personagem. A paixão azul não gosta de trapacear, mas como já diria uma outra empresa, “se você não tentar trapacear, é porque não está querendo ganhar”, vale a pena a citação para Mahiro.

Se você sente saudades do Undertaker, você vai gostar da Haruna Neko. Essa gatinha, literalmente, é um doppelganger do “deadman”. Com arranhões, equilibrio na corda e utilizando de pins duvidosos, Neko é uma personagem incrível que transmite bem o que é a Tokyo Joshi.

Com roupas características japonesas, um moveset dedicado ao Karatê e uma submissão de um dos maiores filmes japoneses já criados, “Rashomon”, Moka Miyamoto é uma novata que está em evolução constante. Surpreendendo no último torneio de duplas, Moka está crescendo no card e no futuro irá brilhar ainda mais.

Moka Miyamoto aplicando uma Leg Lariat sobre Yuki Arai. No fundo vemos Aja Kong, lenda do Joshi Puroresu. Wrestle Princess II.

E voltando aos animais, temos aqui, Kaya Toribami. Uma outra novata, só que com uma máscara do passaro Casuar, Kaya utiliza de seu passado como acrobata para utilizar movimento rápidos e performáticos para enganar o adversário.

A atual dupla da Suzume, é a Arisu Endo, uma das novatas da TJPW, Arisu já evoluiu de uma forma consistente. Com sempre um sorriso no rosto, Arisu irá aplicar o Camel Clutch, para deixar o adversário bem humilde, na lona.

Por falar em novatas, que tal eu falar sobre Yuki Arai, a novata gênia que ainda é um idol ativa, do grupo SKE48 e decidiu competir nos rankings da TJPW. Treinada por Miyu Yamashita, Yuki ganhou o prêmio da revista Tokyo Sports como novata do ano de 2021. Yuki já recebeu elogios de grandes nomes do Joshi Puroresu, como Aja Kong.

E por fim a mais recente estrela da TJPW, Juria Nagano. Ela ainda irá fazer sua estréia, a TikToker com mais de 1 milhão de seguidores, que também é enfermeira, atriz, faixa preta de karatê, se junta com as outras meninas para abrilhantar ainda mais essa formação. Por mais que tenhamos perdas grandes e significantes, como Marika Kobashi e Nodoka Tenma, o futuro também nos reserva algo maravilhoso com as novatas que estão por vir e que já estão consolidadas.

E o que seria da WWE sem Howard Finkel ou a atual AEW sem Justin Robert? A New Japan sem Kimihiko Oozaki? Bem, a TJPW tem a sua própria announcer e sem sombra de dúvida é a melhor de todas.

Preste atenção, pois Sayuri Namba irá dar os recados antes do show começar e com todo entusiasmo, anunciar as participantes do combate. “Pachi, pachi!”.

Neo Biishiki-Gun: Mei Saint-Michel e Saki-sama no Wrestle Princess II.

“Poxa, mas que legal tudo isso. Mas todas as garotas são fofinhas e competem entre si? Não existe uma força malígna, ou já quebrando o Kayfabe, não existe uma facção de vilões?” Mas é claro que sim! A NEO Biishiki-Gun, liderada por Saki-sama sempre viaja da França para o Japão para atormentar a Tokyo Joshi Pro Wrestling, principalmente as novatas. E sempre estão também na corrida de títulos, já que Saki-sama tem nada menos que 3 reinados como campeã de duplas. Sua atual parceira é Mei Saint-Michel, essa goblin, encontrada no meio da floresta da França, foi treinada por Martha, sua mais fiel serviça. Não confunda, Saki-sama e Mei Saint-Michel com Saki Akai e Mei Suruga, elas são pessoas completamente diferentes!

“Muito incrível essa empresa, mas onde eu consigo assistir tudo isso?” A TJPW como parte da Cyberfight, está dentro da Wrestle Universe, por apenas 900 ienes, ou 40 reais aproximadamente, você consegue assistir tanto a TJPW, quanto a outras empresas, como NOAH, DDT e Ganpro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…