em ,

John Cena comenta sobre carreira na WWE e conselho de Vince McMahon

Responsável por uma grande relação de amor e ódio com os fãs de luta livre, John Cena hoje está muito mais envolvido com sua carreira de ator do que seus tempos de WWE. Com sua ultima aparição sendo o Summerslam em Agosto de 2021 e sem nenhuma expectativa de retorno em breve, o ex-campeão que agora estrela da série Peacemaker da HBO fala de sua carreira de lutador como algo no passado.

Em uma entrevista recente ao podcast “In the Envelope: The Actors Podcast“, John Cena falou sobre as influencias da atuação em sua carreira no pro-wrestling, inclusive sobre seu personagem. Na entrevista, Cena falou sobre as mudanças que seu personagem sofreu em 2009, quando Cena se estabilizou como babyface e também quando parte do publico começou a se irritar com o trabalho de Cena na WWE.

“A WWE e o entretenimento esportivo caminham nessa linha cinzenta”, disse Cena. “Todo mundo sabe que é entretenimento, todo mundo. Mas todo mundo quer acreditar no que está acontecendo. Eles não questionam, mesmo com os personagens de super-heróis mais icônicos, em eles são conhecidos por suas performances, mas eles se afastam. Há uma diferença clara. Na WWE, o público não quer saber disso.
E é isso que os faz voltar e é isso que mantém os trem nos trilhos. Isso faz parte. Então, fui informado de que não passaria por uma mudança tectônica em John Cena, o personagem, provavelmente por volta de 2009. Então isso me permitiu fazer algumas escolhas, e eu escolhi trabalhar nas nuances do personagem.
Se eu estava passando por algo na minha vida, é muito mais fácil utilizar isso e colocar essas nuances em uma performance. E eu não acho que estou sozinho lá. Acho que muitos atores usam esse processo de assumir suas emoções, suas emoções centrais que sentem em um determinado momento, e depois projetá-las na tela. Eu fiquei tão familiarizado com o personagem, eu poderia ficar entediado e fazer a mesma coisa de sempre, ou eu poderia mergulhar em coisas realmente pequenas.
E mesmo quando o público disse que eu estava fazendo a mesma coisa, eu sabia que as mudanças eram tão sutis que eles não veriam hoje, não veriam amanhã e não veriam em um mês. Mas eles veriam ao longo dos anos. E eles veriam, verdadeiramente, as falhas na história, apenas se desenvolvendo. E é um processo longo e chato, mas não tenho 90 minutos para que eles saibam como me sinto. Eu gostaria de dizer que faria parte da família WWE por toda a vida, então tenho uma história para contar enquanto estiver por perto.”

John Cena ao In the Envelope: The Actors Podcast

John Cena também discutiu a arte de contar histórias dentro do ringue e até comentou sobre pensar que os veteranos da WWE com quem trabalhou no início de sua carreira eram preguiçosos porque montavam as sequências de golpes no ringue, e não previamente nos bastidores. Mais tarde, ele percebeu que não era preguiça, mas que esses veteranos eram tão afiados no ringue na forma de como poderiam contar uma história, algo que Cena mais tarde foi capaz de descobrir sozinho.

“No começo eu costumava pensar que os veteranos da WWE eram preguiçosos quando diziam ‘Vejo você lá fora. Nós vamos descobrir isso lá fora’”, disse Cena. “Eles não eram preguiçosos, eram afiados. E eles entenderam que é uma fera em movimento lá fora, e você tem que ser, seu timing tem que ser melhor do que sua coreografia impecável. Não é o quão afiado você faz algo, é exatamente quando você o faz.
Mas você tem que conhecer sua história. A história desta luta é ‘Vou bater em você. Você não vai fazer nada. Vou vencer porque estamos tentando me fazer parecer forte.’ Eu posso fazer isso em 25 minutos, eu posso fazer isso em 3 minutos. A história é ‘ok, é uma disputa em oportunidades iguais e eu quebro severamente as regras para estabelecer que tenho um desempenho melhor, o que não sou, porque é covarde fazer isso.
Então chegamos ao ponto em que você já bebeu demais, e eu sou muito arrogante, e aqui vem você e você ganha.’ Bem, você pode fazer isso em 5 minutos, você pode fazer isso em 60 minutos. Contanto que você saiba o porquê, e você possa estar preparado com um monte de outras coisas que você nunca usa, mas desde que você as tenha. Às vezes o diretor, às vezes Vince, ou os poderosos são como ‘Eu só preciso que você vá lá e seja grande’. Mas ainda tenho um monte de munição caso precise.”

John Cena ao In the Envelope: The Actors Podcast

Na entrevista Cena ainda foi questionado sobre qual conselho daria para alguém que estivesse começando na carreira de ator, e o ex-campeão mundial revelou o melhor conselho que ele ouviu de Vince McMahon, quando estava no começo da carreira e quase sendo demitido da WWE.

“Eu odeio dar conselhos porque todo mundo tem que encontrar seu próprio caminho”, disse Cena. “Mas se os jovens artistas estão preocupados, acho que um bom começo é pensar que um bom trabalho gera oportunidades. Você terá outra chance. Não fui a primeira escolha da WWE, fui a última escolha. E eu ia ser demitido. Mas eles me deram uma chance, e então eles me deram mais uma, e então eles me deram lutas no Velocity, e então eles me transferiram para o Smackdown, e então eles me transferiram para o RAW.
E então vieram mais oportunidades, e mais oportunidades, e bem quando eu pensei ‘cara, este é o fim de todas as oportunidades’, uma outra porta se abre. E a oportunidade é ‘você entra, mas tem que começar do zero’. Então você tem que ser corajoso o suficiente para dizer ‘ok, um bom trabalho vai gerar oportunidades’.
Porque eu tentei ser ator antes e falhei, e eu lembro de ter uma conversa, uma conversa honesta com meu amigo e confidente, alguém que eu amo muito, Dan Baime, em 2009, acho. Eu olhei diretamente nos olhos dele e disse ‘Dan, nós nunca mais faremos filmes, não é?’ E ele é meu agente e diz ‘não, não faremos’.
E ele foi genuíno porque trabalhamos com honestidade. Sempre trabalhamos. Mas mesmo em sua mente, ele estava tipo ‘não, não faremos mais. Mas daremos um jeito. Não se preocupe com isso. Encontraremos o que você ama e iremos atrás do que você ama.’ Tínhamos um longo caminho para fazer as coisas, mas aqui estamos mais de uma década depois, e imagine isso. Eu amo atuar sempre, eu só precisava tirar de mim para perceber o quanto eu amava.
Mas acho que para os jovens artistas, apenas façam o melhor que puderem, não se preocupem com isso. Vince McMahon me deu o melhor conselho que já recebi. ‘Dê tudo de si para o que você faz, promova ao máximo, não deixe nada faltando e depois siga em frente.’ Se você der tudo de si, encontrará um interessado. Você encontrará o que pode fazer melhor da próxima vez.”

John Cena ao In the Envelope: The Actors Podcast

Vince McMahon que recentemente revelou a pessoas próximas que ele já tem seu novo John Cena: Theory. Agradecimentos ao WrestlingINC pela transcrição dos audios. Você confere mais conteúdo sobre o John Cena aqui no nosso site e em nossas redes sociais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…