em ,

Marty Scurll acusado de pedofilia

Mais um nome foi denunciado pelo movimento #SpeakingOut. O lutador da Ring of Honor Marty Scurll está acusado de tentar fazer sexo uma menor. Um perfil no Twitter com o nome de Kitten, disse que o lutador abusou sexualmente dele, além de ter drogado a mesma.

Abaixo você confere o pesado relato e print screen feitos por Kitten:

Evento da IPW em janeiro de 2015

Eu trabalhava na IPW na época, então estava nos dois shows do fim de semana, assim como a festa pós-show. Nesse tempo, era quase rotina para o Daniel Edler (fundador da IPW) comprar, constantemente, bebida pra mim nesses eventos, então eu ficava muito bêbada, especialmente pra uma garota de 16 anos. Mais tarde naquela noite, esbarrei com o Marty fora do local da festa. Ele passou um tempo dizendo: “Devíamos voltar juntos, voltar pro hotel e transar”. Eu disse pra ele: “Não tenho a chave do meu quarto no hotel, só minha amiga”. Lembro que fui lá dentro da festa e disse a minha amiga que iria transar com o Marty, mas ela não me deu as chaves dizendo que era uma má ideia.

Apesar de saber que não podia entrar no meu quarto de hotel, ele me levou de volta ao meu hotel. Contextualizando, era um hotel independente e pequeno. Assim que chegamos do lado de fora do quarto, num corredor vazio e quieto, ele sentou em uma cadeira, botou o pênis para fora e falou para eu chupá-lo. Então eu fiz. Depois de um tempo, ele encontrou um armário em frente ao meu quarto, cheio de lençóis. Ele me levou até lá e me fez ficar de pé, enquanto tirava minha calcinha. Relembrando: eu tinha 16 anos na época. O tempo todo que ele estava em posição de colocar seu pênis não protegido dentro de mim, eu ficava repetindo: “Me desculpe, eu sou virgem” (aviso: eu fui estuprada pelo Dan Edler antes disso, o que eu detalhei várias vezes ao público e polícia. Mas… eu pessoalmente continuava me considerando virgem até abril daquele ano). Antes mesmo dele ter a chance de me penetrar, o não mencionado amigo(a) apareceu e pediu pra ele ir embora.

No dia seguinte, ele não apareceu para sua luta. Todos lá sabiam que tínhamos nos beijado, então circulou rapidamente que eu era uma “vadia”, mas não a parte que ele abusou sexualmente de uma menor de idade. Depois disso, Dan Edler disse que nunca mais ia bookar ele, pois ele me considerava a namorada dele (Edler) e estava com ciúme que algo aconteceria entre eu e outro homem. Mas isso é outra coisa”

O lutador ainda não se pronunciou sobre o caso.

Por Johnny Marques

Fundador do Wrestlemaníacos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *