em ,

Motivo dos “desaparecimentos” de Tenille Dashwood

Doença de pele impede que lutadora esteja frequentemente nos shows

Durante a nossa cobertura via Twitter do episódio dessa semana do WWE NXT (29/01/2020), acabamos falando sobre passagem de Tenille Dashwood, mais conhecida como Emma, pela WWE que havia sido extremamente curta e irrelevante.

Eu havia dito que isso aconteceu devido a WWE não ter visto seu potencial e ter decido trata ela como jobber, porém rapidamente lembrei que o motivo pode não ter sido de fato esse.

Em agosto de 2018, Tenille Dashwood fez uma publicação em sua conta oficial no Instagram revelando que sofre de uma doença de pele chamada Psoríase.

Ela vem lidando com essa doença desde os 14 anos de idade, e esse pode ser o real motivo pelo qual Emma “desaparece” tanto do Wrestling, pois a doença causa, dores, manchas vermelhas na pele, e muitos outros desconfortos.

Confira abaixo a publicação feita pela ex-lutadora da WWE.

View this post on Instagram

L I F E If only you could hear all the stories my skin would tell… I’ve contemplated whether I should share these picture. Vulnerability is terrifying. Growing up, I never pictured myself suffering from an auto immune disease and being covered from head to toe with a skin condition. I never pictured myself having surgery on my spine because a herniated disc was touching my spinal cord. I also didn’t imagine that I’d be recovering from a second shoulder surgery now, let alone a first! But here I am… realizing this is life. In fact, it’s these things that made me who I am! I’ve had my lows, but with each low I’ve scrambled for answers and solutions, I’ve fought, I’ve researched and I’ve done everything I can to get better. I’ve dreamed big and I’ve learned not to take life for granted. The physical damage is rough yes, but the mental and emotional damage far outweighs that. You just never know what someone is going through. Lately I’ve realized that sometimes we need some help, some encouragement, someone to speak to. We need to hear there is hope, and to know that things can get better. These picture were taken about 6 weeks ago. You can see the scar on my spine, and you can see my body marked from psoriasis. This is by no means the worst of what it’s been, this is on the mend actually. My entire body was covered. In these photo the red spots had started to calm. The white spots were the result of red marks resolving and causing loss of pigmentation. The even more extreme photos I have are reminders of how far I’ve come and that things could be worse. I added an old photo too so you can see me at one of my extreme stages like what it was again this time. Today, thankfully I am almost clear as I wait for the pigmentation to continue healing. Our bodies are amazing… We need to take care of them, and sometimes we need help from others to get there. Hopefully I can help someone now, whatever you are going through. There is hope! I’m thankful for what I’ve learned from @mygoodnessrecipes and @medicalmedium and I’m thankful for my Mum, my family and my friends for being there for me as I heal! ❤️ #WorldPsoriasisDay #psoriasis ? @lovesquish

A post shared by Tenille Dashwood ?? (@tenilledashwood) on

V I D A
Se vocês pudessem ouvir todas as histórias tem para contar…
Eu pensei se deveria compartilhar essas fotos. Vulnerabilidade é aterrorizante.
Crescendo, eu nunca me fotografei enquanto sofria de uma doença autoimune que cobre toda a minha pele da cabeça aos pés. Eu nunca me fotografei mostrando que fiz uma cirurgia na coluna devido a uma hérnia de disco estar tocando a minha medula espinhal. Eu também nunca achei que me recuperaria de uma secunda cirurgia no ombro, mas consegui! Aqui estou… contemplando minha vida. De fato, foram essas coisas que fizeram de mim quem sou!
Tive minhas quedas, mas superei cada uma delas ao lutar e fazer de tudo para melhorar. Sonhei alto e aprendi a não achar que minha vida está garantida.
Os danos físicos são fortes, de fato, mas os danos mentais e emocionais superam eles. Você nunca sabem pelo que alguém está passando.
Ultimamente tenho percebido que às vezes precisamos de ajuda, incentivo, alguém para conversar. Precisamos ouvir que há esperança e saber que as coisas podem melhorar.
Essas fotos foram tiradas 6 semanas atrás. Vocês podem ver a cicatriz na minha coluna e podem ver meu corpo marcado pela Psoríase. Isso não é, de maneira alguma, o pior do que tem sido, está na melhor das hipóteses. Meu corpo todo estava coberto. Nessas fotos, as marcas vermelhas haviam começado a diminuir. As marcas brancas são resultado das marcas vermelhas terem diminuído e causado perca de pigmentação. As fotos mais extremas que tenho são lembretes do quão longe eu cheguei e que as coisas podiam ser pior. Eu também adicionei uma foto antiga para que vocês possam ver como um dos meus estágios mais extremos é.
Hoje, agradeço por estar quase limpa enquanto espero pela recuperação da pigmentação da minha pele.
Nossos corpos são incríveis… Precisamos cuidar deles e às vezes precisamos da ajuda de outras pessoas para isso. Espero que poder ajudar alguém agora por seja lá o que esteja passando. Há esperança!
Sou grata pelo que aprendi Hanna Sillitoe e Medical Medium e sou grata a minha mãe, minha família e amigos por estarem comigo enquanto me recupero! ❤️

Emma, cujo nome real é Tenille Dashwood, é a primeira lutadora australiana da história a ter sido contratada pela WWE. Suas lutas melhores lutas na empresa foram contra Asuka no NXT Takeover: London (2015) e no WWE TLC 2017.

Além disso, Emma deu início da Women’s Revolution na empresa junto com Paige. Ambas foram finalistas no primeiro torneio pelo NXT Women’s Title. O torneio aconteceu em 2013. Paige saiu como vencedora e primeira campeã.

Atualmente, Tenille Dashwood vem atuando em empresas independentes e no IMPACT Wrestling.

Assista a estreia de Tenille Dashwood no IMPACT Wrestling clicando aqui.

Por Vinícius

Seeking Higher Things.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *