em ,

Nikki Bella acusa WWE de negligência em sua lesão

As irmãs Nikki e Brie Bella lançaram recentemente o livro “Incomparable” e nele a dupla conta vários fatos da carreira e entre eles, a forma como a WWE lidou com a grave lesão no pescoço que Nikki sofreu após depois que seu reinado de 301 dias com o Divas Title no final de 2015.

Essa lesão fez Nikki Bella ficar fora dos ringues por 10 meses. Ela acabou voltando aos ringues onde lutou reduzidamente até que teve que se aposentar em definitivo dos ringues por conta da lesão no pescoço e a um cisto encontrado em seu cérebro.

Pedi uma ressonância magnética, mas me disseram que não mostrara nada. Eles não tinham respostas quando expliquei que minhas pernas estavam dormentes e mesmo assim me deram combates. Finalmente, eu tive uma ressonância magnética. Eu estava em Austin, No Texas, eu estava nos bastidores. Um médico me procurou para dizer: ‘Só para você saber, não vamos encontrar nada’. Eu daria qualquer coisa para que isso fosse verdade. “

Ela continuou descrevendo sua frustração, teorizando que, se fosse um lutador masculino, teria recebido um “tratamento radicalmente diferente”.

Nikki Bella lutou pela última vez em um show da WWE em novembro de 2018. Atualmente, tanto ela quanto Brie, estão esperando um filho, o primeiro de Nikki.

Fonte: Whatculture

Por Johnny Marques

Fundador do Wrestlemaníacos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *