em

O jeito EI de produzir a luta livre

Há uma década, a WWE chegava ao Brasil nos canais Esporte Interativo. Já com a narração dos grandes Marco Alfaro e Roberto Figueroa e a apresentação de Luis Felipe Freitas, eles trouxeram um produto que já havia dado certo no SBT de volta à programação brasileira, porém desta vez de uma forma totalmente descontraída e repaginada, fazendo assim uma massa de pessoas assistir o compilado do Monday Night RAW. A popularidade foi tão grande que eles começaram a transmitir o SmackDown e o Main Event no mesmo formato do RAW e dia após dia a popularidade da luta livre no Brasil cresceu, o que fez a WWE realizar um Live Event no país, com direito a grandes combates como uma luta válida pelo título máximo da empresa entre Chris Jericho e CM Punk.

Com a grande audiência que a WWE adquiriu no Brasil e também o crescimento constante de público, a empresa de Stanford assinou contrato com a Fox Sports em 2015, onde transmite até hoje o RAW e SmackDown ao vivo, além de outros programas gravados, como NXT, Main Event, WWE Vintage e o WWE Superstar. Com a saída da WWE de sua grade, o Esporte Interativo não desistiu de investir na luta livre, fechando um acordo com a antiga TNA – que, após uma reformulação, se tornou a Impact Wrestling. Eles conseguiam boas audiências com o programa, que teve em sua equipe grandes nomes como Octavio Neto e Marcelo Barros como narradores e Marcelo Ferrantini e João Aranha como comentaristas.

O fim?

A equipe do Esporte Interativo sempre tratou a luta livre com muito respeito e profissionalismo. A forma descontraída com que apresentavam os programas e o “jeito moleque” que interagiam com o público e entre si era um diferencial muito positivo, pois eles estavam batendo de frente com a forma mais culta e mais regrada que a WWE tinha e ainda tem nos dias de hoje. Em 2018, a Turner (que se tornou sócia majoritária do EI) anunciou que o Esporte Interativo deixaria de existir como canal de televisão, restando somente o seu sistema de streaming chamado EI Plus. Junto com o canal, morreu também a transmissão mais divertida e mais atraente de wrestling no Brasil. O jeito EI de tratar a luta livre não estava mais entre nós.

Anos se passaram e o produto vendido pela WWE foi se tornando cada vez mais desinteressante. Junto com o produto, o formato de produção do Fox Sports também começou a ser muito questionado. Neste meio tempo, o SBT tentou renascer o velho espírito da “WWE – luta livre na TV”, mas tiveram ratings muito baixos. A forma de vender o produto era igual ou até mesmo pior que a do Fox Sports. Por fim, o canal passou a exibir o programa nas madrugadas de sábado para domingo até que o contrato com a empresa de Stanford acabasse.

Mas voltando ao EI, muitos de seus programas começaram a ser transmitidos no Space e na TNT, principalmente os jogos da Champions League, o Campeonato Brasileiro e os pós jogo, mas a luta livre até então não estava incluída no pacote. Então, em janeiro de 2021, o final definitivo do Esporte Interativo chegou. A Turner substituiu a marca pelo TNT Sports, que está em atividade até hoje.

Entrando para a Elite

Em 2019 foi fundada a All Elite Wrestling, trazendo um conteúdo bem diferente da concorrente WWE. A empresa conseguiu uma grande popularidade muito rápido e a marca foi se espalhando pelo mundo. Até que no dia 12 de novembro de 2020 o Canal Space anunciou que começaria a transmitir o Dynamite, que é o show semanal principal da AEW, com o retorno de Octavio Neto e Marcelo Ferrantini. O show era exibido aos sábados, com um delay de dez dias em relação ao que era transmitido ao vivo nos Estados Unidos. Em 23 de julho de 2021, a Warner anunciou que a exibição do show ocorreria com apenas três dias de delay, permanecendo no mesmo dia e horário semanal.

E então, finalmente, no dia 2 de novembro o canal Space anunciou em seu Twitter que a AEW agora seria ao vivo no Brasil. No dia 10 de novembro, o Space iniciou as transmissões ao vivo, com um evento repleto de combates incríveis e momentos alucinantes. Marcelo Ferrantini e Octavio Neto brilharam com grandes referências à nossa cultura, incluindo a piada do “Você conhece a Dani? ” e o famoso “Meteu essa? ”, de Casimiro Miguel.

Vale lembrar que todas às quartas-feiras teremos AEW Dynamite ao vivo no Space, com a narração dessas duas feras citadas. Além disso, às sextas-feiras teremos também a transmissão do AEW Rampage ao vivo que, além de ser exibido na TV fechada, também terá exibido em português e totalmente de graça no canal oficial do Space Brasil no Youtube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…