em , , , ,

“O que está acontecendo?” – Roman Reigns vs. Edge vs. Daniel Bryan

A luta principal da WrestleMania 37

Bem-vindos ao último episódio de “O que está acontecendo?”, seu guia para assistir à WrestleMania 37, ainda se não assistiu a WWE durante o último ano. Hoje, nós falaremos sobre a luta principal do evento.

Roman Reigns defende o seu campeonato universal frente a Edge e Daniel Bryan numa Triple Threat Match. Os três já sabem que é ser campeão, e já foram “main eventers” em WrestleMania no passado. Mas como é que os três competidores chegaram até aqui?

Reconheçam o chefe

Após seu retorno no último SummerSlam, Roman Reigns mudou de atitude. Ele diz que é o chefe da empresa, que é a verdadeira estrela. Segundo ele, os fãs pagam apenas para vê-lo, e não para assistir as lutas dos outros. Portanto, o resto tem que reconhecer que ele é quem põe comida na mesa de todos os trabalhadores da companhia. Tem que respeitá-lo.

Para segurar sua dominância, tem como aliados Paul Heyman, que atua como seu conselheiro pessoal; e seu primo Jey Uso, que o ajuda quando precisa para derrotar alguém. Rapidamente, Reigns virou campeão, e tem um reinado dominante como Universal Champion até o momento.

Devido a isso, ele disse que merece estar na luta principal da WrestleMania. E exigiu que o ganhador do Royal Rumble o escolhesse para o maior evento da empresa. Suas exigências foram aceitas pelo ganhador desse combate: Edge.

O máximo oportunista voltou

Quando Edge retornou aos ringue no Royal Rumble 2020, demonstrou que ainda tinha a qualidade de 10 anos atrás, antes de sua aposentadoria forçada por uma lesão. Porém, após ficar lesionado de novo, teve que esperar até a batalha real mais importante do ano para combater uma vez mais. O resultado foi uma maravilhosa participação, na qual ele ganhou sendo o concorrente número 1. Um baita sucesso para o canadense.

Ele tardou muito em fazer oficial sua escolha para WrestleMania. Já que achava que qualquer dos campeões das três marcas poderiam oferecer-lhe uma excelente luta, mas finalmente decidiu que queria uma luta contra Reigns. Porque acredita que o trabalho do campeão no SmackDown é ruim, e alguém precisa de detê-lo.

Parecia que esse seria Edge. Seu plano claramente era chegar até a luta principal da WrestleMania, derrotar Reigns, e ficar não apenas como o campeão, mas também como um herói. Esse era seu sonho, um sonho que ele teve todas as noites antes de voltar. Não obstante, ele não pensou num fator a mais: Daniel Bryan

Outro milagre para Daniel Bryan?

Bryan ama a luta livre, isso não é um segredo para ninguém. Porém, ele já possui vários anos de carreira. Além disso, ele agora é um pai. Isso significa que tem muitas outras responsabilidades na sua vida. E algumas delas são mais importantes que continuar neste esporte. Devido a isso, sua aposentadoria está cada vez mais próxima. Ele tem isso muito claro na sua cabeça. Por isso, esta podia ser uma das suas últimas possibilidades de estar na luta principal da WrestleMania.

Fez de tudo para chegar até ali. Participou do Royal Rumble: não deu certo. Competiu na Elimination Chamber do SmackDown, e a ganhou. Mas ficou muito cansado para sua luta contra Roman Reigns pelo título, e perdeu rapidamente. No Fastlane, ele conseguiu que Reigns desistisse ao “Yes Lock”, mas foi atacado por Edge. Bryan foi roubado do cinturão.

Na verdade, é que Edge quer seu momento na WrestleMania. SEU momento, sozinho. Ele acredita que Daniel não merece uma luta pelo título. Pelo contrário, que ele é um mau perdedor. Já perdeu uma vez com Roman, ainda que ache que foi um combate injusto, perdeu. Por isso, Edge evitou a vitória do Brayn no Fastlane.

Mas o comissário Adam Pierce não concordou com ele. E declarou que, na WrestleMania 37, Roman Reigns não defenderá seu título apenas contra Edge: Daniel Bryan também participará da luta. É uma Triple Threat pelo título, que deixou Edge furioso. Ele atacou seus rivais sem piedade, demonstrando que ainda é um dos homens mais perigosos da WWE. “The Rated R Superstar” voltou.

Mas ninguém tem uma vantagem clara

Roman Reigns é “o cara” da empresa. Seu histórico demonstra que é um lutador dominante em WrestleMania. São 7 combates, 5 vitórias e 2 derrotas. Dessas 7 lutas, 4 delas foram no main event das suas respectivas WrestleManias. É claro que já tem a experiência necessária para defender seu título. E com a ajuda de Jey Uso e Paul Heyman, ele parece até imbatível.

Edge tem um impressionante histórico de 11 lutas em WrestleMania. Ele tem 7 vitórias e 4 derrotas. Além disso, lutou uma vez na luta principal. Porém, quando se trata dos campeonatos mundiais, só ganhou apenas uma vez. Não importa, já que ele ainda tem a brutalidade e inteligência que o fez um dos lutadores mais odiados dos anos 2000.

Daniel Bryan lutou um total de 8 vezes na “vitrine dos imortais”. Ele foi o ganhador 6 vezes, e foi o perdedor em 2 ocasiões. Além disso, participou da luta principal da WrestleMania 30. Essa também foi uma Triple Threat Match, frente ao então campeão da WWE Randy Orton e Batista. Foi uma luta memorável, na qual Bryan virou campeão, mesmo que tudo estivesse contra ele. Repetirá esse sucesso este ano?

Esta luta foi marcada para o finalzinho da noite 2. Mas não apenas isso, esta também é a última parada da nossa estrada até WrestleMania. Obrigado com você por ler esta seção do nosso site, mas não esqueça, nós temos mais informações sobre este importantíssimo evento. Além disso, pode conferir nossas coberturas das duas noites da WrestleMania 37 aqui e em nossas mídias sociais. Que seja uma boa ‘Mania, se Deus quiser!

As outras lutas da WrestleMania 37:

Por Bombástico Mendoza

Un peruano con suerte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…