em ,

Situação da AEW dentro da WarnerMedia Discovery

A indústria audiovisual tem sido um dos setores culturais do mundo que mais sofreu modificações nos últimos anos, com o novo campo de batalha entre as grandes industrias do ramo sendo o streaming. Nesse meio tempo, empresas surgiram, fecharam e até se unificaram. O ultimo grande movimento nesse tabuleiro foi entre a Discovery e a Warner Bros., que se uniram em torno da criação da WarnerMedia Discovery, uma gigante que pretende alcançar rendimentos de 54 bilhões de dólares apenas no ano de 2023. A WarnerMedia é dona dos canais TBS, TNT, Space e com isso dona dos atuais contratos televisivos da AEW.

O novo CEO da WarnerMedia Discovery é o David Zaslav, antigo CEO da Discovery e que prometeu um choque de gestão na nova companhia: A meta inicial é reduzir em 3 bilhões de dólares os custos de produção de conteúdo do conglomerado. Nessa quinta feira inclusive a empresa demitiu alguns dos principais nomes da WarnerMedia, conforme informou o site Noticias da TV, entre eles nomes importantes da produção da HBO Max, algo que vai de encontro com o que foi dito por David Zaslav no mês passado, que disse não “querer vencer a guerra do conteúdo”, ironizando os altos gastos do setor, principalmente de empresas como Netflix, que vem despencando na bolsa, enquanto os últimos movimentos da WarnerMedia Discovery tem agradado analistas. Um dos demitidos foi Brett Weitz, gerente da TNT, TBS e uma das pessoas que bancaram a compra dos direitos televisivos da AEW.

Segundo informou também o site Noticias da TV, os analistas financeiros da Moffett Nathanson, um dos maiores desafios da empresa é resolver o problema de fluxo de caixa, onde as produções exclusivas tem demandado altos investimentos, com a HBO Max ainda dando prejuízos e sem perspectivas de lucro a curto prazo. Produções roteirizadas como as dos tradicionais serviços de streaming também estão na mira dos cortes, uma vez que custam muito mais do que reality shows, uma das especialidades da Discovery, como a produção Largados e Pelados, que possuem boa audiência a um custo muito menor. E é aqui que entra a AEW, que recentemente deixou vazar a informação que deve ganhar um novo programa televisivo em formato de Reality Show (tal qual as especialidades da Discovery) e estava em busca de um nome para o programa.

Com uma audiência já consolidada na TV a cabo, estando sempre no Top 5 programas originais mais assistidos entre o público de 18-49 anos (o mais importante para os anunciantes) mesmo batendo de frente com programas como os playoffs da NBA segundo o especialista no assunto Brandon Thurston, a compra dos direitos de transmissão da AEW pode ser uma saída mais lucrativa e de retorno garantido para a WarnerMedia Discovery, uma vez que os custos de produção são menores e existe um potencial de crescimento para a empresa nos próximos anos. O jornalista Dave Meltzer comentou sobre na ultima edição do Wrestling Observer Newsletter.

“É esperado que a AEW tenha um destaque maior entre as reuniões da WarnerMedia que vão acontecer no próximo 18 de Maio, onde a empresa pode se tornar um dos principais shows que serão vendidos aos anunciantes.”

Dave Meltzer no Wrestling Observer Newsletter

Ainda não se sabe exatamente o que isso vai significar para a AEW, uma vez que a posição da empresa dentro da área executiva da WarnerMedia Discovery ficou enfraquecida com a saída de Brett Weitz e não se sabe ainda como o programa é visto pelo pessoal da Discovery, que junto com as 10 mil horas de conteúdo da WarnerMedia, também embolsaram uma divida de 282 bilhões da Warner.

Em breve o contrato televisivo da WarnerMedia com a AEW deve chegar ao fim e a renovação (e principalmente seus valores) são muito esperados pela companhia, que vai depender disso para renovar com os contratos de algumas de suas estrelas que chegarão ao fim nos próximos anos, como o caso de MJF.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…