em ,

Triple H fala sobre expansão do NXT na América Latina

Planos foram atrasados por conta da pandemia

Hoje à tarde, Triple H conversou com a mídia sobre diversos assuntos, e entre eles, acabou revelando que ainda deseja expandir o NXT para a América Latina. Confira abaixo os destaques da conversa.

Triple H destacou o card do NXT TakeOver: In Your House elogiando principalmente a divisão feminina, Keith Lee, o personagem “Prince” de Finn Bálor e o personagem heel de Johnny Gargano.

Durante a conversa, HHH disse que, para ele, Io Shirai é a melhor lutadora do mundo.

Ele também revelou que teremos elementos nostálgicos das edições retrô dos eventos In Your House e que acredita que os fãs gostarão bastante.

Quanto ao combate entre Adam Cole e Velveteen Dream, HHH falou que a luta não será cinematográfica, porém será gravada de uma maneira diferente do padrão. Sendo assim, esperasse que o combate seja filmado no mesmo estilo que Johnny Gargano vs. Tommaso Ciampa na Empty Arena Match.

Ao ser perguntado sobre o retorno dos fãs aos shows e sobre a realização de shows de fora do Performance Center, Triple H informou que a WWE está checando todas as possibilidades, mas que só retornarão ao normal assim que seja de fato seguro.

Sobre o retorno de Drake Maverick, HHH contou que o lutador pediu para continuar no torneio pelo NXT Cruiserweight Title mesmo após ser demitido. Ele disse que Maverick é um dos caras mais apaixonados pelo Wrestling e o elogiou bastante.

Triple H também disse que não havia nenhum envolvimento de Drake Maverick em stroyline ao ser demitido, porém ele acabou conquistando o coração de todos no NXT. Sendo assim, HHH convenceu os oficiais a aceitarem a ideia e não ignorarem Maverick.

HHH revelou que o NXT TakeOver: In Your House será transmitido ao vivo no WWE Performance Center, porém a luta entre Adam Cole e Velveteen Dream pelo NXT Title já foi filmada previamente.

Triple H contou que Jeremy Borash merece grande parte dos créditos pelas lutas cinematográficas, porém tudo aconteceu graças ao esforço de uma equipe que também merece reconhecimento pelo grande trabalho. Ele diz que as lutas não foram planejadas por um longo tempo, mas que ficou feliz ao ver as pessoas ficando felizes com a luta do Undertaker.

HHH falou que um dos benefícios das gravações que a WWE vem realizado, é que eles têm a habilidade de fazer grandes coisas que não estão sendo vazadas constantemente.

Triple H revelou também que o plano atual com Charlotte Flair é longo e que ela servirá para ajudar as lutadoras do NXT a entrarem em ascensão. Ele também disse que gostaria de ter fãs na WrestleMania para assistir ao combate dela contra Rhea Ripley. Concluindo, HHH disse que Charlotte Flair carrega a aura de ser um campeã indestrutível.

Quanto a NXT Fight Pit, Triple H disse que a ideia só foi executada porque funcionava muito bem com Matt Riddle e Timothy Thatcher, pois Riddle consegue fazer de tudo. HHH revelou que eles se basearam em elementos antigos e novas ideias, além de que espera que a NXT Fight Pit torne-se uma estipulação fixa do NXT para resolver rivalidades pessoais.

Triple H disse estar aberto a ideia do NXT In Your House voltar mais vezes, mas que isso dependerá da reação do público com a edição de 2020.

Sobre a extensão da WWE na América Latina, Triple H disse que o plano continua em andamento, porém a pandemia acabou atrasando muito o processo da criação do Performance Center LATAM, que ainda não tem local definido.

Além da América Latina, HHH revelou que deseja expandir a WWE no mercado indiano com Performance Center e elenco próprio.

Triple H informou também que os shows inéditos em ringue do NXT UK retornarão assim que a Inglaterra permitir a reabertura do Performance Center UK em Londres para que eles realizem gravações.

Continue ligado no Wrestlemaníacos para mais notícias do mundo do wrestling.

A conversa completa, em inglês e sem legenda, de Triple H com a imprensa pode ser ouvida clicando aqui.

Por Vinícius

Seeking Higher Things.

Um comentário

Deixar um comentário
  1. Então a WWE planeja NXT na América Latina e Índia é e ainda quem sabe o Japão e claro continuar com o UK?! Interessante hein, uma expansão em massa, acho que sobre a América Latina é quase inevitável que o México será o centro disso tudo, o público lá é grande, adora e valoriza o wrestling, fora o renome internacional, tem talentos muitos interessante e poderá trazer nomes de outros países como Brasil, Argentina, Chile, Caribe e tudo mais, na Índia acho que não seriam somente talentos locais, mas também quem sabe do Oriente Médio e sul da Ásia e bom saber que o NXT UK irá continuar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *