em ,

Vince McMahon estaria tratando a COVID-19 como uma simples gripe

Ainda existem muitas perguntas na WWE sobre quantas pessoas testaram positivo para a COVID-19 e alguns lutadores estão descontentes com a empresa, porque a sensação entre alguns é que a empresa poderia ter feito mais para minimizar o risco de exposição ao vírus.

Mike Johnson, do site PWInsider, relatou que os contaminados na empresa podem estar na faixa de 30 pessoas. Havia surgido rumores de que mais de 30 pessoas contaminadas, mas estes números são imprecisos e alguns dos altos números que circulam não são reais:

O uso de máscaras não foi imposto, apesar do fato de uma fonte ter me indicado na sexta-feira que todo mundo no SmackDown estava usando máscaras. Como visto no programa de sexta-feira, apenas alguns “fãs” usavam máscaras, enquanto outros tinham permissão para não usar. As notícias da WWE ainda estar planejando a exibição de shows ao vivo no final de julho alimentarão as especulações de que McMahon não está levando a pandemia a sério”.

Já Bryan Alvarez, do Wrestling Observer Live, disse que ouviu dizer que a mentalidade de McMahon sobre o vírus é que a COVID-19 é mais parecida com uma gripe:

Vince McMahon nunca disse nada publicamente sobre o que pensa sobre o coronavírus. Ouvi de várias fontes que Vince não acha que isso é tão grave assim. Muitas pessoas neste país (Estados Unidos) ainda acreditam que, na pior das hipóteses, é uma gripe forte. A impressão que recebi de pessoas da empresa é que essa é a mentalidade de Vince.”

Isso pode explicar por que McMahon não solicitou os testes de COVID-19 para sua equipe e lutadores até que um talento de desenvolvimento tenha sido testado positivo para o vírus algumas semanas atrás. Foram realizados vários testes semana passada, mas até algumas semanas atrás, a WWE fazia apenas verificações de temperatura.

Fonte: Wrestling News

Por Johnny Marques

Fundador do Wrestlemaníacos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *