em ,

WWE tem inicio de ano mais rentável da história

Nesta quinta feira (05/05) a WWE realizou sua teleconferência executiva para divulgar a situação financeira referente ao primeiro trimestre do ano na empresa. Se no inicio do ano passado a empresa surpreendia ao sair do seu sistema próprio de streaming nos EUA (O WWE Network) para colocar sua biblioteca e seus serviços de transmissão ao vivo no Peacock, serviço de streaming da NBC, esse ano a reunião financeira trimestral veio mostrar que a escolha não só foi mais lucrativa para a empresa de Vince McMahon como o número de espectadores da empresa aumentou no novo serviço. Além disso a empresa ainda divulgou novas parcerias e novos focos para 2022, como a expansão nos e a produção de novas séries originais.

O jornalista Carlos Toro do Fightful cobriu a reunião, que abriu com um discurso de Vince McMahon.

“Começamos 2022 muito fortes, destacado pela receita trimestral recorde”, disse Vince McMahon, dono e CEO da WWE. “Continuamos a executar nossa estratégia de forma eficaz, incluindo realizar a WrestleMania mais estupenda de todos os tempos no início de abril. A WrestleMania, bem como nossos outros eventos premium ao vivo de sucesso, como Day 1, Royal Rumble e Elimination Chamber, expandiram ainda mais o alcance de nossas marcas e aumentaram o valor de nosso conteúdo, conforme evidenciado pelo aumento da receita de ingressos e audiência. Continuamos a monetizar nossa propriedade intelectual em várias plataformas por meio de nossos acordos de direitos de mídia, tanto no mercado interno quanto no exterior, bem como pela monetização de novas séries originais, incluindo a expansão de nossa parceria com a A&E.”

Vince McMahon na abertura da teleconferência financeira da WWE

Receitas da WWE no primeiro trimestre disparam

A WWE registrou um novo recorde trimestral, terminando Março com US$ 333,4 milhões, um aumento de 27% e superando as projeções iniciais. A falta de eventos ao vivo no primeiro trimestre de 2021 resultou em uma queda na receita total no primeiro trimestre do ano passado, que terminou com US$ 263,5 milhões. Com o retorno dos eventos ao vivo, além de três pay-per-views (um deles na Arábia Saudita e outro em um estádio), a receita disparou.

A empresa também anunciou um lucro líquido de US$ 66,1 milhões para o trimestre, que é US$ 22,3 milhões a mais que o primeiro trimestre do ano passado, e quase triplicou o lucro líquido do primeiro trimestre de 2020 (US$ 26,2 milhões). 

Dividindo as três maiores categorias de receita (mídia, eventos ao vivo e produtos de consumo), é fácil ver como a WWE melhorou ano após ano graças ao retorno de eventos ao vivo com público. A WWE teve um desempenho melhor esse ano nas três categorias acima mencionadas do que no primeiro trimestre de 2020 e 2021.

Mídia no primeiro trimestre:

  • 2020: US$ 256,6 milhões
  • 2021: US$ 242 milhões
  • 2022: US$ 278,1 milhões

Eventos ao vivo no primeiro trimestre:

  • 2020: US$ 17,5 milhões
  • 2021: US$ 0,5 milhão
  • 2022: US$ 23,1 milhões

Produtos de consumo no primeiro trimestre:

  • 2020: US$ 16,9 milhões
  • 2021: US$ 21 milhões
  • 2022: US$ 32,2 milhões

Receita total no primeiro trimestre:

  • 2020: US$ 291 milhões
  • 2021: US$ 263,5 milhões
  • 2022: US$ 333,4 milhões

Audiência de PPVs da WWE sobem graças ao Peacock

No que diz respeito à audiência da WWE no Peacock, a WrestleMania 38 conquistou um recorde de audiência, não apenas no serviço de streaming, mas na história da empresa. Além do dinheiro recebido pela venda dos serviços da WWE para a Peacock se comparado com os gastos de operação do WWE Network nos EUA, a nova plataforma ainda impulsionou o alcance dos eventos.

De acordo com a WWE, houve um aumento de 15% na audiência da WrestleMania este ano no Peacock em comparação com 2020, ultimo ano em que a WWE Network esteve disponível nos Estados Unidos. Além disso, durante a teleconferência de ganhos, a WWE elogiou a audiência da WrestleMania 38, dizendo que era a WWE mais assistida de todos os tempos. No que diz respeito à programação de Peacock, a WWE disse que a WrestleMania foi o segundo evento mais visto na plataforma de streaming, atrás apenas do Super Bowl.

Tudo isso acompanha o que a WWE afirmou no final de 2021, onde certos eventos tiveram um desempenho significativamente melhor do que na última vez na WWE Network, como Survivor Series, Royal Rumble, Money in the Bank e SummerSlam:

– Money in the Bank: o show de 2021 foi 25% mais visto que o de 2019.
– SummerSlam: o show de 2021 foi mais de 30% mais visto que o de 2019.
– Extreme Rules: o show de 2021 foi 20% mais visto que o de 2019.
– Evento na Arábia Saudita: o show de 2021 foi 75% mais visto que o de 2019.
– Royal Rumble: o show de 2021 foi quase 45% mais visto que o de 2020, que ocorreu antes da pandemia.
– Survivor Series: 2021 foi quase 25% mais visto que o show de 2021.

O presidente da WWE Nick Khan comentou o aumento de audiência na teleconferência de resultados financeiros.

“Em 2021, vimos um aumento de 15% na audiência em relação a 2020, que foi a última WrestleMania a ser exibida nos EUA na WWE Network. Esse impulso continuou em 2022, onde no mês passado vimos um aumento de 61% em relação a 2021. também dobrou a audiência total da WWE no Peacock no último fim de semana da WrestleMania em comparação com o ano anterior. Não atingimos um teto no nosso primeiro ano no Peacock. Durante o fim de semana da WrestleMania, quase um terço de todas as contas do Peacock viram o conteúdo da WWE. WrestleMania 38 foi o segundo evento ao vivo mais assistido na história do Peacock, atrás apenas do Super Bowl deste ano”, disse o presidente da WWE, Nick Khan.“Isso nos diz que estamos alcançando novos fãs no serviço e aumentando a audiência da WWE com o crescimento de Peacock, juntamente com a parceria robusta existente e audiência com os EUA com Raw e Fox com SmackDown”.

Nick Khan em teleconferência

Shows semanais da WWE acompanham tendencia da TV a cabo

Em termos de audiência de televisão, o Raw caiu 7% ano a ano, de 1,858 milhão de espectadores por episódio no primeiro trimestre de 2021 para 1,721 milhão de espectadores no primeiro trimestre de 2022. A audiência geral da TV a cabo no horário nobre também caiu ano a ano em um declínio ainda mais acentuado, uma queda de 11%. Quanto à USA Network,que transmite o Raw nos Estados Unidos, a audiência da rede aumentou 3% ano a ano, mas graças à transmissão dos Jogos Olímpicos de Inverno no canal. De acordo com a WWE, a audiência da USA Network caiu 15% de um ano para o outro, excluindo os Jogos Olímpicos de Inverno.

Para o SmackDown, a audiência foi quase idêntica de um ano para o outro, com o primeiro trimestre deste ano com média de 2,199 milhões de espectadores por episódio, enquanto no ano passado teve 2,191 milhões de espectadores por episódio no primeiro trimestre. A audiência da FOX também permaneceu estável ano a ano.

WWE satisfeita com 2K22 e pensando em novos jogos

Durante a sua participação na teleconferência de resultados financeiros, Stephanie McMahon comentou que a WWE está satisfeita com os resultados vistos no relançamento da franquia WWE 2K, dizendo que o feedback dos fãs tem sido positivos, além do sucesso comercial.

“Inovação e interatividade são fundamentais para o sucesso de qualquer propriedade de mídia”, disse Stephanie McMahon. “Ficamos extremamente satisfeitos com o relançamento de nossa franquia premium para consoles de videogame, o WWE 2K. Depois de um pouco mais de um ano de folga para melhorar o mecanismo do jogo, trabalhamos lado a lado com nossos parceiros da Take Two Interactive, ouvimos nossos clientes e fãs e recuperamos sua confiança ao entregar um jogo que superou suas expectativas. O WWE 2K22 foi um sucesso comercial e de crítica, com as pontuações mais altas do Metacritic nas plataformas Xbox e PlayStation na história da franquia e com mais de 5,6 milhões de horas visualizadas no Twitch até o momento.”

Stephanie McMahon em teleconferência

Stephanie ainda mencionou o sucesso dos jogos mobile da empresa, tanto o WWE Supercard (produzida pela 2K) quanto o WWE Champions (produzida pela Scopely’s) e revelou que logo menos um RPG deve fazer parte dessa família de jogos.

“Continuamos a ver força no desempenho de nossos jogos para celular, com o Supercard e o Champions, e recentemente assinamos um novo acordo no espaço de jogos de RPG que será anunciado em breve. Os jogos são uma prioridade para a WWE alcançar nosso público de última geração, com mais de 80% do público da WWE se identificando como gamers e quase 60% do público de jogos em geral com 34 anos ou menos.”

Stephanie McMahon em teleconferência

Mais informações sobre a apresentação das finanças da WWE você confere também na thread do especialista no assunto Brandon Thurston no twitter.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Loading…